Domingo, 30 de Outubro de 2005

Últimos textos do desafio

p279-1.jpg
“Anos vivi”
Anos vivi
Montes e vales percorri
Tal borboleta voadora
Pousando livremente
Em cada canto
Papoilas e girassóis
Apanhei
Com melros e gaios
Cantei
Subi árvores
Saltei muros
Mas hoje…
Sobre rodas caminho
Guerreira
Por atalhos da vida
Procurando força
Para neste modo de vida,
VENCER!

autor M.J.

p265-1.jpg
- Se fosses minha namorada, não admitia que fizesses isso.
-- Mas não somos, pois não?
-Apetecia-me bater-te com todas as minhas forças, descarregar a raiva acumulada deste amor que te tenho, desta paixão que me alimenta, corpo e alma, apetecia-me ferir-te de morte, das palavras ditas para magoar, apetecia-me rasgar-te ao meio, em dois, em pedaços desalinhados, que nunca mais reconstruiria… Apetecia-me perder-te naquela escuridão e nunca mais te encontrar…
- Mas se fosses…
-Mas não sou. Não somos nada um ao outro.
-Amantes.
-Gostas dessa palavra, utiliza-la às vezes. Amantes parece uma palavra demasiado simplista para aquilo que somos juntos. E eu sei que sentes o mesmo.
-- Por isso, mesmo. Qual é o mal de lhe ter dado um abraço? Sou amiga dele. Não me estou a fazer a ele.
- Mas ele quer-te malhar.
-- Não quer nada.
- Não ouviste o que ele disse?
- Ouvir o quê? Estava a despedir-me dele, nada mais…
-- Hás-de ser minha…
-Deixei que as palavras entrassem em mim, para as absorver por completo.
- É preciso eu querer ser dele, não achas?
- E não queres?
-Apeteceu-me sair do carro e morrer ali, daquele interrogatório que me fazias, daquelas palavras com que me ferias.
- Eu sei como és. Já te vi com outras pessoas. Não te quero ver com mais ninguém.
- Porquê?
-Ficaste em silêncio. Porque é que nunca respondes às perguntas importantes, àquelas que pretendo resposta, ávida de saber, de entender, de ter certeza?
-- Estou aqui não estou?
-Não devias estar, pois não?
- Estás.
-Estás, sempre, mesmo quando não devias, mesmo que eu queira estar com mais alguém, ou esquecer-me de ti, tu estás lá, presente, presente em mim e naquilo que sou. Não me controlas, mas fazes parte daquilo que sou.
- Tu é que fizeste uma cena, porque me viste abraçá-lo. Ele é meu amigo e vai-se embora amanha. Aliás, também é teu amigo e sabe que nós temos qualquer coisa…
-- Mas estavam lá todos.
-Então era isso…
- Ah!, os teus amigos estavam lá e agora vão gozar-te? Ou falar de mim?
-Depois deste tempo todo, não devias conhecer-me melhor que isso?
-- Por isso mesmo. Eu sei como és…
-Não, não sabes. Se soubesses… se soubesses…
-Se nalguma das vezes que me olhas como se me despisses, se nalguma das vezes que me beijas como se me amasses, se nalguma das vezes que dançamos ao ritmo daquilo que sentimos, se nalguma dessas vezes me penetrasses tão fundo que lesses os meus olhos, perscrutasses a minha alma, o vazio de não estares, as lágrimas que não derramo transformadas em palavras escritas ao vento, ao sabor de sentimentos que não entendo, mas escuto, pinto-te em cores que saem de mim, canto-te naquilo que está entranhado em mim, toco-te ao longe, da união que somos, saberias como sou… e quem sou…
-Sabes uma coisa?
- Muitas. Mas diz.
-Ficas linda, quando estás irritada…
-Sentei-me em cima de ti e beijei-te para não mais te largar. Mentir-te-ia se dissesse que não quero mais… que não quero aproveitar cada instante que temos, saborear cada descoberta, cada sussurrar na minha pele, cada murmúrio que deixo em ti, cada novo sentido que não existia, ao sabor daquilo que construímos. Mentir-te-ia se dissesse que não te sinto mais. Que quero acabar com tudo... E tu sabes isso. Sabes aquilo que sinto. Mas sabes também que te viro costas e me entrego a uma outra história, a uma outra vida, a um outro paladar que desconheço, sem olhar para trás. E tens medo disso…
-E eu tenho medo que faças o mesmo…


Autor: Claudia "maluca responsável"

p277-1.jpg
Amor
Quem me dera nunca sentir amor
Pois esse sentimento é devastador
Traz vida, traz calor...
Mas junto com esse, vem muita dor.
Dor de amor, cruel afeição...
Machuca meu coração.
Tira pedaços, rasga sem dó, sem piedade.
Deixa nessa ansiedade...
Um amor que tanto se procura
E quando chega se anula.
Melhor era só sonhar, em um dia se encontrar.
Melhor era não te encontrar
Uma vez que te encontrar, só me faz sonhar...
Amar é ser prisioneira de nosso coração, traz-nos essa aflição.
Tenho medo dessa tentação, que vive meu coração...
Estou presa em seu amor, que chegou com tanto furor.
Queimando-me de desejos, por esses seus beijos...
Você está longe de mim, longe demais para mim.
Não consigo te tocar, mesmo assim não deixo de te amar...
Que castigo mais cruel, pensar que sua boca é como mel.
E desse mel não posso sentir...
Há meu amor, doce amor...
Queria tanto sentir seu sabor, sentir seu amor, ser teu amor.
Não quero viver assim, sem sentir esse amor...
Mas ele é só dor, não quer me dar seu sabor.
Queria esse mel, para me adoçar...
Para me alimentar a vida, a alma.
Queria você meu amor, pois você é minha vida.
Você é o meu amor.
Autor: Faty
publicado por bitu às 19:43
link do post | comentar | favorito
|
8 comentários:
De Anónimo a 1 de Novembro de 2005 às 11:54
PARABÉNS PELAS VISITINHAS NA QUARTA-FEIRA COLOCAREI UM MIMO PRÁ VC NO MEU CANTINHO!!!!
Tô dando uma passadinha rápida....
só para te lembrar o quanto vc é especial.
E LEMBRE MIGUINHA SAUDADES SIM TRISTEZINHA Ñ ..
ADORO VC ATÉ QUARTA-FEIRA!!!!

........ ) ` - . .> `(
....... / . . . . `\ . \
....... |. . . . . |.. . .|
....... \ . .. ./. . ./
..........`=(\ /.=`
............`-;`.-'
..............`)| ... ,
................ || _.-'|
............. ,_|| \_,/
...... , ..... \|| .'
.....|\ |\ ,.||/
.,..\` | /|.,|Y\,
..'-...'-._..\||/
.......>_.-`Y|
............. ,_||
...............\||
................ ||
................ ||
................ |/
NADJA
(http://NADJALOUKAPORNET.WEBLOGGER.COM.BR)
(mailto:NADJINHA_46@YAHOO.COM.BR)


De Anónimo a 31 de Outubro de 2005 às 17:45
Continuo a ficar encantada com os textos.
Parabéns aos autores. kaldinhas
(http://kaldinhas1.blogs.sapo.pt/)
(mailto:kaldinhas@sapo.pt)


De Anónimo a 31 de Outubro de 2005 às 12:01
Olá Bitu!
Os poemas estão giros!
Só passei por aqui para retribuir o beijinho que me deixaste.
HÉLDER DURÃO
(http://personalbook.blogs.sapo.pt)
(mailto:helder_durao@hotmail.com)


De Anónimo a 31 de Outubro de 2005 às 11:45
BOOMMMMMMMMMMMMMMM CHEGUEI!!!!!!!!!!!!
OIES!!!!!!!!!
UM OTIMO DIA DAS BRUXINHAS!!!!!
SORRIA QUE ESTOU TE FILMANDO KKKKKKKKKKK
________0000000000000000________
_____0000000000000000000000_____
__000000000__00000__0000000000__
_0000000000__00000__00000000000_
_0000000000__00000__00000000000_
_000000000000000000000000000000_
_000000000000000000000000000000_
_000000__________________000000_
_000000__________________000000_
__000000_________________00000__
___0000000_____________000000___
_____0000000_________0000000____
_______ 00000000000000000_______ADORO VC UMA OTIMA SEMANINHA!!!!!!!NADJA
(http://NADJALOUKAPORNET.WEBLOGGER.COM.BR)
(mailto:NADJINHA_46@YAHOO.COM.BR)


De Anónimo a 31 de Outubro de 2005 às 00:28
Oieeee...Tudo bem?Hehehehehe os comentários estão cooperando, hoje não me vetaram,acho que a birra acabou comigo,acho que vou cionseguir postar aqui os comentários sempre de hoje em diante,duas vezes siguidas nem acredito que seu espaço do comentário me deixou entrar!!!rsrsrs...
Bem vamos ao que interessa:_O que vim fazer aqui?
R:Vim desejar a você uma exelente semana,ver as novidades e tudo mais...
Obs:Não vi seu perfil mencionado!Queria te conhecer mais pra firmarmos essa amizade!Qual é o seu nome?O que posta é seu nome ou um nick como o meu?Quantos anos tem etc...etc...Apareça mais vezes,é sempre muiiiiiita alegria receber você!
Beijos no coração,
Cris Tiene*AmigaTIENE*AMIGA
(http://http>//criandosonhos.zip.net)
(mailto:harrigan333@hotmail.com)


De Anónimo a 30 de Outubro de 2005 às 23:43
oi querida amiga, vim desejar um bom finzinho de domingo e agradecer a gentileza e o carinho das visitas!!! aki como sempre muito lindinho...beijos!rose
(http://www.rosejc.weblogger.terra.com.br)
(mailto:rosejcster@gmail.com)


De Anónimo a 30 de Outubro de 2005 às 20:06
Olá bitu: venho agradecer a visita e apreciar este texto maravilhoso da “Claudia”.
Venho, como sempre, atrasado porque nas sextas saio sempre cedo e só regresso no domingo. Um bom resto de fim de semana e bom feriado. Bjinho.
José S.
(http://ruadobeco.blogs.sapo.pt)
(mailto:jgjs2@sapo.pt)


De Anónimo a 30 de Outubro de 2005 às 19:49
olá minha querida!
passando pra te desejar um começo de semana cheio de muita paz, luz, alegrias, e com grande energia positivas.
Bjkas no coração! smareis
(http://smareis.blog.uol.com.br)
(mailto:smareis@hotmail.com)


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
29
30
31


.posts recentes

. Água e Sabão: Contra as B...

. Estórias de Natal

. ...

. ...

. ...

.

.

.

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

.

1º Dezembro , do...

. ...

.arquivos

. Julho 2009

. Novembro 2008

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

.favorito

. Mensagem de Páscoa...

blogs SAPO

.subscrever feeds