Domingo, 19 de Junho de 2005

HERÓIS INVISÍVEIS»


Sábado, 18 Junho
.
Saí de Lisboa cerca das 13 horas, rumo a Castelo Branco. O calor era insuportável mas, com calor ou sem ele, tinha que estar na cidade, antes das 16 horas. Cheguei por volta das 15. Com muito calor e muito nervosa. Isto porque, um amigo que só conhecia da net, me convidou para ir fazer a apresentação do seu livro «Heróis Invisíveis». Tentei argumentar que não seria a pessoa indicada mas, perante a sua insistência, lá aceitei. No auditório do Instituto da Juventude de Castelo Branco, estavavam presentes os 40 heróis invisíveis, famílias, amigos, o Governador Civil, Presidente da Camara, o autor (e muitos mais). Tudo correu bem até ao momento que agradeci o facto do Adelino (autor) usar as PALAVRAS na luta pela inclusão, pelo direito à vida. A emoção foi mais forte. As lágrimas afloravam nos meus olhos. As palavras ficaram presas. O momento foi muito intenso para mim e penso que para todos. Consegui respirar fundo e continuar....

O livro incluí o depoimento de alguns heróis de entre milhares, que lutam pelos direitos de cidadania. É uma obra de reflexão, de despertar de consciências. Dela retirei alguns excertos para compartilhar convosco:

«Tinha vinte anos, deixei-me dormir ao volante e tive o acidente.(...)Parar de estudar, foi uma situação que nunca esteve nos planos dos meus pais. "Vais estudar e pronto". (...) Licenciei-me em Gestão e abri a minha própria empresa. (...)Quando estamos integrados na vida activa já não somos vistos como inúteis.Não podemos desistir é por isso que temos que incutir sensibilidade nas pessoas, mas essa força tem que partir de nós. - Duarte, 38 anos»

«Quando as histórias deixam a ficção e passam para a realidade sendo esta vivida por nós, tudo se torna muito mais difícil de partilhar . (...)Na minha situação sinto-me um privilegiado, por ter pessoas que se superam de modo a nunca ter que lutar sozinho. É através do seu imenso amor que ganho forças de modo a que me levante todos os dias e prossiga o sonho comum: a minha felicidade, o meu bem-estar. (...) A aventura começou no verão de 98, após um acidente de viação. Eu era um rapaz com 21 anos acabadinhos de fazer, estudante na Universidade da Beira Interior. Fiquei paraplégico. (...)Refressei à universidade. A reitoria disponibilou-se para fazer as modificações necessárias. Adquiri o meu carro adaptado e, hoje luto para ter uma vida igual aos outros.(...)Um dos objectivos da minha vida é tentar que o mundo seja todos os dias melhor, mas isso so acontece se as pessoas deixarem o egoísmo fútil e abandonarem o preconceito que reside no facto que os deficientes não serem pessoas menos, mas sim e só , um pouco diferentes. - Gustavo, 27anos»

«O silêncio da noite fria de inverno, foi quebrado pelo meu choro de recém-nascida, o meu grito de vida.(...)O meu corpo foi ficando limitado pela doença, mas eu tinha a serenidade e o sorriso no rosto, como todas as crianças. Frequentei a escola normal. Na década de 80, a perna esquerda, ficou mais limitada, assim como o braço direito e o maxilar.Novo surto da doença. Braço esquerdo apanhado. O mundo desabou sobre mim. Década de 90. Inesperadamente surge um novo surto, este mais doloroso(...)Já não conseguia andar. O deseperado, a revolta, o medo, a raiva apoderaram-se de mim.(...) Olho as minhas pegadas, o meu rasto da vida e apetece-me gritar, gritar bem alto:SOU FELIZ! Tenho as pessoas mais importantes do mundo no meu coração e na minha vida, a minha família e os meus amigos. Foram eles que me ensinaram, foi com eles que aprendi que: o amor amor existe e não tem barreiras nem limitações. O nome da minha doença é Fibrodisplasia Ossificante Progressiva (doença genética rarado tecido conectivo). Progressivamente vão surgindo ossos que formam "pontes" entre as articulações, tornando os movimentos limitados ou impossíveis. - Luzita, 36 anos»
.
«Paulo Vinagre, 27 anos, paraplégico- Esteve na Bósnia e em Timor em missões de paz." Quando vinha para casa, saquei um cavalo com a minha mota (...)As pessoas valem pelo seu interior(...)

Toda a experiência humana carrega na sua bagagem existencial aspectos que poderemos, sem mais, considerar negativos(...)A experiência de "deficiente" não é exclusiva de pessoas que levam consigodeficiências psíquicas,físicas, sensoriais, biológicas ou outras mais ou menos visíveis.É uma experiência humana que, precisamente porque é humana, é de todos e em todos se manifesta no mais recôndito do seu ser, porque existe inseparável da nossa própria natureza" - Paulo, 41 anos, def. motor»»
publicado por bitu às 22:47
link do post | comentar | favorito
|
8 comentários:
De Anónimo a 25 de Junho de 2005 às 11:49
Parabéns Amiga Bitu!
Foste uma excelente apresentadora de todos os oradores, apresentadores e autor do livro e uma excelente representante de tantos e tão grandes Heróis Invisíveis, presentes no I.P.J. de Castelo Branco e espalhados por Portugal e não só.
Obrigado por teres estado presente neste dia tão especial.
Adorei conhecer-te pessoalmente.
Ah! E obrigado por teres tirado um ano à minha idade:D
Bjinho xxl para ti, da LuzitaLuzita
</a>
(mailto:lu.ki@sapo.pt)


De Anónimo a 20 de Junho de 2005 às 23:30
Pois é, quando queremos ser fortes e demonstrar isso o nosso coração às vezes é maroto e trai-nos e acabamos em lágrimas.Porém, tenho a certeza que o a missão que te incumbiram foi muito bem desempenhada, quem te convidou sabia o que fazia, eras tu que tinhas de ir...Beijinho salpicado, é Verão, há que refrescar :)
gaivotadaria
(http://GaivotadaRia.blogs.sapo.pt)
(mailto:bgaivota@sapo.pt)


De Anónimo a 20 de Junho de 2005 às 09:55
Li o texto do inínio ao fim e confesso que neste momento estou um bocado emocionado!
Mas antes uma crítica... guiem mais devagar! Chegar de Lisboa a Castelo Branco em menos de duas horas? Vão com calma meninos...
Mas pronto, nada de grave!
Espero que tenha tudo corrido bem! Continuo a adorar o que escreves!!!!!
Beijo grandeMorsa
(http://vemorsa.blogspot.com)
(mailto:mrpereira@iscal.ipl.pt)


De Anónimo a 20 de Junho de 2005 às 09:55
Li o texto do inínio ao fim e confesso que neste momento estou um bocado emocionado!
Mas antes uma crítica... guiem mais devagar! Chegar de Lisboa a Castelo Branco em menos de duas horas? Vão com calma meninos...
Mas pronto, nada de grave!
Espero que tenha tudo corrido bem! Continuo a adorar o que escreves!!!!!
Beijo grandeMorsa
(http://vemorsa.blogspot.com)
(mailto:mrpereira@iscal.ipl.pt)


De Anónimo a 20 de Junho de 2005 às 06:05
Desculpe a demora de minha resposta ,mas trouxe meu coração para agradecer a sua visita em emu blog Falando de Amor.Adorei seu blog e prometo voltar com mais calma para ler todo o resto.Um beijo e boa semana de paz para vc.Patricia
(http://www.doce_nuryem.blogger.com.br)
(mailto:patricia.barreto@uol.com.br)


De Anónimo a 20 de Junho de 2005 às 05:02
Olá amigo Bitu!!!Estive um pouco sumidae deixei de visitar seu cantinho.Desculpa!!Vim te desejar uma maravilhosa semana e agradecer aos carinhosos comentários que vc deixou no meu blog.BeijosDéborah Ruttnig
(http://ledenas.blog.uol.com.br)
(mailto:ledenas@uol.com.br)


De Anónimo a 20 de Junho de 2005 às 04:54
Passando para desejar uma ótima semana, com LUZ, saúde e Paz.
BJSMenin@
(http://blogdasmeninas.blog.uol.com.br)
(mailto:blogdasmeninas@uol.com.br)


De Anónimo a 20 de Junho de 2005 às 04:42
Oi Bitu passei aki pra te desejar uma linda semana,bjss..Marcelle
(http://www.diariodamarcelle.blogger.com.br)
(mailto:marcelle_dias@hotmail.com)


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
29
30
31


.posts recentes

. Água e Sabão: Contra as B...

. Estórias de Natal

. ...

. ...

. ...

.

.

.

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

.

1º Dezembro , do...

. ...

.arquivos

. Julho 2009

. Novembro 2008

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

.favorito

. Mensagem de Páscoa...

blogs SAPO

.subscrever feeds